Últimas Novidades

Histórias de Vendedor: O boi bravo e a vaca!

Olá amigos tudo bem? Já tem um tempinho que não publico na nossa série histórias de Vendedor. Acho bem interessante essas histórias pois com elas aprendemos, compartilhamos, nos identificamos em muitas situações e utilizamos até alguns exemplos no nosso dia a dia de vendas! Eu por exemplo gosto muito de levar histórias para os meus treinamentos, acredito que assim o aprendizado torna-se mais fácil e o conteúdo é melhor fixado. Hoje deixo vocês com uma história bem interessante, contribuição da jornalista Adriane Werner, através do site VendaMais! Espero que gostem! Forte abraço! Luciana Gomes




Por Adriane Werner 


Uma funcionária de um supermercado contou que, quando trabalhava como atendente na padaria da empresa, teve um “entrevero” com uma cliente que mudou de idéia quatro vezes antes de decidir levar apenas um pãozinho francês: “Me dá aqueles dois. Não, aqueles ali, mais moreninhos. Melhor, me veja esses aqui, mas acho que vou levar só um”. 

Nesse momento, reconhecendo que não tinha sangue de barata, a moça deu um suspiro e atendeu mais uma vez o que a cliente pedia, que percebendo o suspiro de descontentamento, comentou, nervosa: 

— Sabia que, bufando desse jeito, você parece um boi bravo? 
— E a senhora parece uma vaca. 
— Como é que é? 
— Se a senhora diz que eu pareço um boi, posso dizer que a senhora parece uma vaca. 
— Mas isso é um absurdo. Vou falar com seu gerente. Como é seu nome? 

Rose, já arrependida, mas não a ponto de pedir desculpas, e com a certeza de que estava prestes a perder o emprego, mostrou o crachá. A cliente saiu, pisando duro. Rose ficou esperando ser chamada pelo chefe para ser demitida. No entanto, o fim do dia chegou e o gerente não a chamou para a conversa derradeira. Os dias se passaram e nada aconteceu. A cliente deveria ter desistido de denunciá-la. 

Após vários meses do acontecido, Rose foi promovida e mudou para outro setor do supermercado. Um belo dia, ela estava atendendo, um a um, os clientes de uma longa fila quando foi surpreendida por uma mulher: 
— Você não trabalhava na padaria? 
— Sim. 
— Está lembrada de mim? 
— Não, senhora. 
— Eu sou aquela cliente que uma vez lhe chamou de boi bravo e você respondeu me chamando de vaca, lembra? – Rose, corada, disse: 
— Eu quero lhe pedir desculpas por aquele dia. 
— Eu é que lhe devo desculpas. Naquele episódio, não estava em um bom dia e acabei descontando minha raiva em você. Mas hoje estou aqui, e, desde lá detrás da fila, estou observando como você atende bem, de forma sorridente, todos os clientes. 

Rose ficou espantada com a atitude da cliente – e não era para menos. Se no dia-a-dia, no relacionamento com as pessoas que gostamos, já é difícil alguém pedir desculpas, imagine em uma situação assim, na qual as duas estavam erradas. E pior, em que Rose, como funcionária, deveria ter atendido prontamente e sem demonstrar descontentamento com as incertezas da cliente, ou seja, se as duas erraram, Rose cometeu o mais grave. 

Receba em seu e-mail Vídeos, Textos e Mensagens Motivacionais e de Sucesso, basta assinar a nossa newsletter inserindo seu e-mail no campo correspondente no canto direito superior da página! Acompanhe também a nossa Fan Page no facebook clicando aqui! 

Nenhum comentário

Deixe aqui sua opinião!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...